Time Out São Paulo

As 15 melhores pizzarias de São Paulo

Verdadeiro ícone da cidade, a redonda domina a gastronomia paulistana

Quer se divertir às custas das idiossincrasias delirantes de um paulistano? Pois então pergunte a qualquer um em qual cidade é possível comer a melhor pizza do mundo. Mesmo que ele nunca tenha saído do seu próprio bairro, sua resposta estará pronta, na ponta da língua: São Paulo.

Quer colocar ainda mais lenha neste forno de pizza de vaidades? Pergunte, por sua vez, quem faz a melhor pizza de SP e seu voto será dado, em tom professoral, com o formalismo de um juiz do Supremo Tribunal Federal. 

Divagaremos sobre o tempo ideal de forno, assim como questionaremos se uma redonda, afinal, deve ser de massa fina, média ou grossa. No quesito ingredientes, seremos ora liberais, abertos a todo tipo de heresia, ora ortodoxos, presos às raízes originais, bíblicas, de uma margherita.

Enfim, temos opinião sobre tudo e todos, em se tratando de pizzas. Deixamos para trás, comendo farinha de trigo vencida, portenhos e nova-iorquinos, duas cidades que se vangloriam pela qualidade da sua pizza. Somos maiores, melhores e mais criativos, sempre. Nossa mania de grandeza é de tal sorte irrefreável que criamos, há décadas, uma lenda. Reza somente por aqui a história que produzimos pizzas melhores e mais saborosas do que aquelas preparadas em qualquer parte da Itália, exceção feita a Nápoles, a única cidade que respeitamos.

Exibimos nossos números, sempre superlativos, como troféus. São Paulo possui mais de 6.000 pizzarias em funcionamento, capazes de gerar 1 milhão de pizzas todos os dias. Mais de 170 mil pessoas trabalham nesta indústria, com faturamento anual superior a 6 bilhões de reais. Somos o máximo, não? Só falta sermos agora modestos. Mas, cá entre nós.... Não existe mesmo melhor lugar do mundo para se comer uma pizza do que São Paulo! Palavra de italiano.
 

1900

Rua Barão de Capanema, 348, Jardim Paulista (3061-3123/ 1900.com.br)

O que começou 30 anos atrás em um antigo armazém da Vila Mariana proliferou-se para vários locais semelhantemente espaçosos. A filial nos Jardins ostenta um teto de vidro e fica aberta até as 5h da manhã. Enquanto puristas sofrem, as combinações excêntricas fazem grande sucesso. Os experimentalismos incluem clássicos da gastronomia nacional como carne seca com creme de mandioca, ou frango com Catupiry.
  

Brascatta

Rua Doutor José Elias, 396, Lapa (3647-9797/ brascatta.com.br)

Distante do eixo midiático da gastronomia paulistana, a inauguração da pizzaria Brascatta, em 2004, iniciou a era das pizzarias premium para quem transita pelo Alto da Lapa e região. Feitas em forno à lenha, as pizzas possuem ingredientes de primeira, massa de bordas sexy, carnudas e grossas. A Brascatta também investe na criação de variações pouco ortodoxas como a que leva linguiça de javali, alecrim e mussarela.
   

Bráz

Rua Graúna, 125, Moema (5561-0905/ casabraz.com.br); Outros endereços Rua Vupabussu, 271, Pinheiros (3037-7973); Rua Sergipe, 406, Higienópolis (3255-8090)

Dizem que a pizza em São Paulo é tão boa que até os italianos têm inveja. É uma afirmação ousada, mas se quiser conferir, a Bráz é um bom lugar para tirar a prova. Em Moema, Higienópolis ou Pinheiros, comece com uma das especialidades da casa, o pão de linguiça mergulhado em azeite de oliva picante. Entre os destaques estão a Fosca (presunto defumado, mussarela e catupiry) e a quatro-queijos Favorita, com taleggio, pecorino, caciocavallo e gorgonzola.
  

Camelo

Rua Engenheiro Edgar Egídio de Souza, 98, Consolação (3822-5050/ pizzariacamelo.com.br)

O que começou em 1957 como um restaurante árabe, servindo esfihas, homus, entre outos pratos do oriente médio, foi se reinventando ao longo dos anos e agora é uma das pizzarias mais tradicionais da cidade. A Camelo serve pizzas com cascas crocantes, tais como a especial da casa, a Camelo – com endívia, bacon, palmito e azeitonas – e a Brócolis, mais saudável e ainda mais crocante, com alho, bacon, mussarela e provolone. Leia mais sobre a Camelo
 

Castelões

Rua Jairo Góis, 126, Brás (3229-0542/ casteloes.com.br)

Esta tradicional pizzaria foi fundada em 1924, tem decoração empoeirada e fotos antigas que dão uma sensação de nostalgia e autenticidade que muitas novos estabelecimentos tentam copiar. A pizza Castelões, com linguiça artesanal e mussarela, é a mais recomendada, assim como a margherita; independentemente do que escolher, pode ter certeza de que o recheio será leve, a borda crocante, o molho cheio de manjericão, e a cobertura com queijo de primeira qualidade.
 

Cristal

Rua Professor Arthur Ramos, 551, Pinheiros (3031-0828/ cristalpizza.com.br)

Há 32 anos, a Cristal surgiu, sem fazer alarde. Bastaram poucas semanas para uma fila de gente bonita, jovem e endinheirada ganhar a entrada da casa de arquitetura contemporânea. Afinal, a Cristal foi a primeira a servir, na zona Oeste da cidade, pizzas individuais e preparadas com massa finíssima, quase crocante. Ateste a competência do famoso pizzaiolo Edilson provando a pizza bruschetta, com apenas tomate fresco, manjericão e alho. Imperdível.
  

Galpão da Pizza

Rua Doutor Augusto de Miranda, 1156, Vila Pompéia (3672-4767/ galpaodapizza.com.br)

Entre as íngremes ruas do bairro de Pompéia resiste há 17 anos uma pizzaria de arquitetos, assim mesmo, no plural e no sentido literal da expressão. O galpão rústico, cheio de charme e sede do antigo escritório dos dois sócios arquitetos, cedeu lugar a uma pizzaria comandada pelos próprios e carregada de receitas bacanas. As redondas do galpão levam massa fina. Experimente a famosa pizza de alecrim, feita com molho de tomate, mussarela de búfala, tomate cereja e folhas de alecrim. Uma delícia.
  

I Vitellone

Rua Conde Silvio Álvares Penteado, 31, Pinheiros (3816-3071/ ivitellonipizzeria.com.br)

Quando o chef Hamilton Mello Jr., o Mellão, inaugurou, nos anos 1980, a I Vitelloni, ninguém poderia imaginar que naquele minúsculo espaço estava sendo lançada a pedra fundamental de um novo tempo na gastronomia da cidade, a era das pizzas premium. Quando você estiver saboreando em outras casas pizzas com recheio de rúcula com tomate seco ou de abobrinha com queijo Polenghi, renda homenagem a este extraordinário chef, dono de talento, criatividade e impulsividade em doses oceânicas.
  

Maremonti

Rua Padre João Manuel, 1160, Jardim Paulista (3088-1160/ maremonti.com.br)

Os sócios dos famosos Piselli, Tre Bicchieri, Zena Caffe e da casa Maremonti original, instalada no litoral norte de SP, decidiram entrar pesado no disputadíssimo mundo das pizzas paulistanas. O talentoso chef e sócio Rodrigo Queiroz assumiu a missão de comandar os bastidores e a aposta não demorou a trazer resultados. Prove a clássica margherita e curta o ambiente rústico-italo-chic. Se o bolso e sua excentricidade permitir, experimente as pizzas certificadas italianas como a occhio di bue, feita com fatias de trufas negras, queijo stracchino e ovo estrelado.
  

Margherita

Alameda Tiête, 255, Jardim Paulista (2714-3000/ margherita.com.br)

Permita-se ser atraído pelo aspecto bem iluminado e convidativo desse restaurante aconchegante, perto da Avenida Paulista. Lá dentro, toalhas de mesa em xadrez vermelho e branco lembram uma pizzaria italiana tradicional, embora o menu também inclua toques brasileiros, como o requeijão. A pizza que dá nome ao lugar é excelente, assim como a Pizzalino, recheada com mussarela, linguiça caseira, parmesão e manjericão.
   

Pizzaria Bruno

Largo Da Matriz De Nossa Senhora Do Ó, 87, Freguesia Do Ó (3932 2261/ pizzariabruno-delivery.com.br)

Em uma bela praça na região nordeste de São Paulo, a Bruno é um clássico, com mais de 70 anos de história. Simples, mas acolhedora, ela continua atraindo moradores locais ano após ano para suas mesas – lá fora na praça, ou no salão interno com vistas espetaculares da cidade. A especialidade da casa é a substanciosa pizza de camarão com Catupiry. Se você não gosta de crustáceos na sua redonda, peça a Bem Te Vi – copa especial , ovos e mussarela – e a combine com um rico Malbec da carta de vinhos, cujos preços são justos. Por aqui a massa é frita e assada, o que carrega sua oleosidade, mas o resultado final é crocante e saboroso.
  

Primo Basílico

Avenida Gabriel Monteiro da Silva, 1864, Jardim América (3082-8027/ primobasilico.com.br)

Famílias abastadas aguardam pacientemente por uma mesa nesse lugar popular, mas ainda assim tranquilo, nas noites de domingo. O restaurante também fica cheio na maioria das outras noites, mas conseguir uma mesa não deve ser o mesmo problema. A massa grossa assada no forno de alvenaria parece ciabatta, mas há opção de massa fina. Se estiver se sentindo ousado, a Brigitte – com brie, aspargo, mussarela e mel – é surpreendentemente boa, assim como a Obelix, cuja linguiça de javali satisfaz qualquer bom carnívoro.
  

Quintal do Braz

Rua Gandavo, 447, Vila Mariana (5082-3800/ quintaldobraz.com.br)

Este antigo casarão reformado arrasta inúmeros gourmets de outros cantos da cidade. O espaço possui pé direito espetacular, com direito à presença de dois grandes fornos e o verde do quintal alcança o salão principal. Da farinha do tipo Molino Caputo ao tomate do molho, muitos ingredientes vem diretamente da Itália. As pizzas, de massa média, chegam assadas à perfeição. Experimente a pizza ricota rústica, feita com mussarela, ricota defumada apimentada e linguiça artesanal. 
  

Speranza

Avenida Sabiá, 786, Moema (5051-1229/ pizzaria.com.br)

Fundada no final dos anos 1950 no Bixiga, a Speranza é uma das pizzarias mais famosas da cidade. Peça um pedaço de pão de calabresa para enganar a fome até que a pizza chegue, mas vá por nós: assim que você experimentar a Pizza Marinara e a Margherita Caprese – feita com um molho de tomate maravilhoso, só com ingredientes italianos e dentro das normas estabelecidas pela Associazione Verace Pizza Napoletana –, você se arrependerá de não ter deixado mais espaço para as redondas quase perfeitas.
  

Veridiana

Rua Dona Veridiana, 661, Consolação (3120-5050/ veridiana.com.br)

Entre os muitos atributos da Veridiana, certamente se destaca seu discretíssimo charme. O belo casarão de esquina, construído em 1903, foi impecavelmente restaurado. Muitos consideram a Veridiana entre as três melhores pizzas da cidade. Prove a pizza Napoli in Zucchini, que leva molho de tomate, creme de ricota e finas fatias de abobrinha refogadas no azeite de oliva, alho e hortelã e confira se não estão com a razão. Nós, da Time Out, apostamos que sim.

Escrito por Silvio Giannini
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Os filmes da semana – 01/12/2016

Ceia de Natal da Casa Santa Luzia

Rodízio de brigadeiro