Time Out São Paulo

Cinco vegetarianos em São Paulo

Restaurantes onde carne não entra, mas o sabor sim

Mesmo em uma cidade com uma oferta imensa de restaurantes, achar um bom vegetariano em São Paulo é uma missão complicada. Isso porque preparar pratos evitando o uso de produtos derivados de animais sem abrir mão do sabor é uma tarefa para poucos. Mesmo assim, há sim ótimos restaurantes que seguem essa receita, seja pela filosofia de amor aos animais, seja pela busca de uma alimentação orgânica e mais saudável. Conheça aqui cinco opções para comer sem culpa. 
 

Goshala

Rua dos Pinheiros, 267, Pinheiros (3063-0367/ goshala.com.br)

Goshala quer dizer "santuário da vaca" em sânscrito, portanto, não é nenhuma surpresa que carne vermelha (ou branca) não faça parte do menu do restaurante. O cardápio é uma fusão entre comida brasileira e indiana – pratos aromáticos e levemente apimentados são servidos com versões atuais do Brasil. Fique atento ao prato do dia, anunciado em uma lousa e também no site do restaurante. Leia mais sobre o Goshala

Apfel

Rua Dom José de Barros 99, Centro (3256-7909/ apfel.com.br). Outro endereço Rua Bela Cintra, 1343, Jardins (3062-3727)

O nome já dá a dica: o restaurante é inspirado na cozinha alemã e oferece pratos vegetarianos saudáveis em suas duas unidades, nos Jardins e no Centro. O cardápio varia a cada dia e segue as estações do ano. A maioria da produção vem da fazenda do proprietário, na região rural de Cotia, e é usado em deliciosos pratos brasileiros, como a moqueca de tofu e a feijoada vegetariana. Leia mais sobre o Apfel

Alfredo

Alameda Ribeirão Preto, 160, Bela Vista (3251-4070). Outro endereço Largo do Café, 14, Sé (3104-9970)

No mundo todo, muitas pessoas bem intencionadas abrem cafés vegetarianos e evitam produtos derivados de animais, mas também conseguem evitar o estímulo às papilas gustativas de seus clientes. Isso não acontece no Alfredo. Eles extraem o melhor de pratos saudáveis, mas saborosos, feitos com feijão, quinoa, massa e arroz em refeições que podem ser pagas por quilo ou por bufê.

Goa

Rua Cônego Eugênio Leite, 1152, Pinheiros (3031-0680/ goavegetariano.com.br)

O chef e dono do Goa, Augusto Pinto, fez cursos em todo o mundo para se tornar um dos primeiros chefs de São Paulo a usar e promover ingredientes e materiais orgânicos. Este restaurante adorável no boêmio bairro de Pinheiros só abre no almoço. Experimente o quibe com mel, o homus ou o cuscuz. O quintal, com um pequeno playground, é ideal para crianças e tem várias de redes, ótimas para relaxar após a sobremesa. Leia mais sobre o Goa

Moinho de Pedra

Rua Francisco de Morais, 227, Santo Amaro (5181-0581/ moinhodepedra.com.br)

Com a experiência adquirida em vários endereços vegetarianos de São Francisco, nos Estados Unidos, a chef Tatiana Cardoso abriu seu próprio restaurante em uma bela casa da Chácara Santo Antônio. Na lousa em cima do balcão, encontram-se descritos os pratos do dia. Logo na entrada, há um empório de alimentos naturais, integrais e orgânicos e uma farmácia com fitoterápicos, cosméticos e chás medicinais. Encontram-se ali também produtos sem glúten, lactose e açúcar. Leia mais sobre o Moinho de Pedra
 


Escrito por Time Out São Paulo editors
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

12 casas pet friendly de SP

Os filmes da semana – 16/02/2017

Agenda cultural carnavalesca de SP