Cinco vegetarianos em São Paulo

Restaurantes onde carne não entra, mas o sabor sim

Divulgação
Abóbora recheada do Alfredo

Mesmo em uma cidade com uma oferta imensa de restaurantes, achar um bom vegetariano em São Paulo é uma missão complicada. Isso porque preparar pratos evitando o uso de produtos derivados de animais sem abrir mão do sabor é uma tarefa para poucos. Mesmo assim, há sim ótimos restaurantes que seguem essa receita, seja pela filosofia de amor aos animais, seja pela busca de uma alimentação orgânica e mais saudável. Conheça aqui cinco opções para comer sem culpa. 
 

Goshala

Rua dos Pinheiros, 267, Pinheiros (3063-0367/ goshala.com.br)

Goshala quer dizer "santuário da vaca" em sânscrito, portanto, não é nenhuma surpresa que carne vermelha (ou branca) não faça parte do menu do restaurante. O cardápio é uma fusão entre comida brasileira e indiana – pratos aromáticos e levemente apimentados são servidos com versões atuais do Brasil. Fique atento ao prato do dia, anunciado em uma lousa e também no site do restaurante. Leia mais sobre o Goshala

Apfel

Rua Dom José de Barros 99, Centro (3256-7909/ apfel.com.br). Outro endereço Rua Bela Cintra, 1343, Jardins (3062-3727)

O nome já dá a dica: o restaurante é inspirado na cozinha alemã e oferece pratos vegetarianos saudáveis em suas duas unidades, nos Jardins e no Centro. O cardápio varia a cada dia e segue as estações do ano. A maioria da produção vem da fazenda do proprietário, na região rural de Cotia, e é usado em deliciosos pratos brasileiros, como a moqueca de tofu e a feijoada vegetariana. Leia mais sobre o Apfel

Alfredo

Alameda Ribeirão Preto, 160, Bela Vista (3251-4070). Outro endereço Largo do Café, 14, Sé (3104-9970)

No mundo todo, muitas pessoas bem intencionadas abrem cafés vegetarianos e evitam produtos derivados de animais, mas também conseguem evitar o estímulo às papilas gustativas de seus clientes. Isso não acontece no Alfredo. Eles extraem o melhor de pratos saudáveis, mas saborosos, feitos com feijão, quinoa, massa e arroz em refeições que podem ser pagas por quilo ou por bufê.

Goa

Rua Cônego Eugênio Leite, 1152, Pinheiros (3031-0680/ goavegetariano.com.br)

O chef e dono do Goa, Augusto Pinto, fez cursos em todo o mundo para se tornar um dos primeiros chefs de São Paulo a usar e promover ingredientes e materiais orgânicos. Este restaurante adorável no boêmio bairro de Pinheiros só abre no almoço. Experimente o quibe com mel, o homus ou o cuscuz. O quintal, com um pequeno playground, é ideal para crianças e tem várias de redes, ótimas para relaxar após a sobremesa. Leia mais sobre o Goa

Moinho de Pedra

Rua Francisco de Morais, 227, Santo Amaro (5181-0581/ moinhodepedra.com.br)

Com a experiência adquirida em vários endereços vegetarianos de São Francisco, nos Estados Unidos, a chef Tatiana Cardoso abriu seu próprio restaurante em uma bela casa da Chácara Santo Antônio. Na lousa em cima do balcão, encontram-se descritos os pratos do dia. Logo na entrada, há um empório de alimentos naturais, integrais e orgânicos e uma farmácia com fitoterápicos, cosméticos e chás medicinais. Encontram-se ali também produtos sem glúten, lactose e açúcar. Leia mais sobre o Moinho de Pedra
 


Escrito por Time Out São Paulo editors
 

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus
 

© 2011 - 2016 Time Out Group Ltd. All rights reserved. All material on this site is © Time Out.