Time Out São Paulo

Companhia Gira Dança

Este evento terminou

Companhia Gira Dança

Data 22 Out 2015-25 Out 2015

Horário de abertura Qui. a sáb., 21h; dom., 19h.

Avenida Paulista, 149, Jardim Paulista

Telefone (11) 2168 1700

Estações próximas
Metrô 2, Brigadeiro

O espetáculo 'Dança Que Ninguém Quer Ver', da Companhia Gira Dança traz uma provocação já no título do espetáculo, associado ao fato de a companhia ter bailarinos deficientes físicos no seu elenco, e por atuar em uma modalidade ainda pouco compreendida pelo público em geral: a dança contemporânea. Para levar essas questões à cena, o grupo fundado em 2005, na cidade de Natal, pelos bailarinos Anderson Leão e Roberto Morais, apostaram em um processo colaborativo de criação, misturando experiências entre a dança contemporânea e linguagens como o vídeo e o teatro, ainda aberto à improvisação.

O projeto, dividido em três eixos, teve início com uma residência artística, na qual bailarinos, diretores artísticos e pesquisadores convidados trabalharam em conjunto a proposta dessa criação coletiva; seguido de um segundo momento dedicado à montagem do espetáculo; e finalizando com a circulação de 'Dança Que Ninguém Quer Ver' e com o amadurecimento cênico da companhia.

Com concepção e direção coreográfica de Alexandre Américo e direção artística de Anderson Leão, o espetáculo coloca em cena os bailarinos criadores Ana Carolina, Diogo Ricardo, Jânia Santos, Joselma Soares, Wilson Macário, e Álvaro Dantas e René Loui – que compõem o núcleo dramatúrgico –, além do diretor. Juntos, levantam por meio da dança as questões: que dança é essa que o Gira Dança quer fazer enquanto grupo? Um espetáculo trará essa resposta? O público quer ou não quer ver a dança que propõem? Com a ideia de fazer uma superexposição das condições de vida do grupo, o Gira Dança aposta em que todos vão querer ver.

Escrito por Time Out São Paulo editors
Compartilhe

Mapa


     Se o mapa ou detalhes deste estabelecimento estão incorretos, entre em contato

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus