Time Out Viagem

Compras

Embora em Miami a majestade seja dos shopping centers, há lojas independentes bastante interessantes

As lojas mais movimentadas do centro de Miami são aquelas que vendem malas para turistas – e isso acontece porque nos últimos anos a Big Orange começou a disputar com a Big Apple o posto de capital norte-americana das compras. Filiais de instituições nova-iorquinas, como Barneys, Macy’s, Bloomingdale’s, Pucci e Harry Winston, e também as lojas menores e mais badaladas, como Intermix, Leo, Jimmy Choo e Judith Ripka, foram inauguradas no sul da Flórida. Embora quase não haja diferença nos preços, o imposto sobre as vendas é mais baixo nesta região do país.

É fácil chegar de ônibus, trem ou van aos principais shopping centers (chamados de malls), mas quem vem para comprar em grandes quantidades em geral prefere alugar um carro e, é claro, adquirir algumas malas extras. Mas atenção: antes de estourar o cartão de crédito, lembre-se de que há limites alfandegários (no Brasil, o limite para ingresso livre de impostos é US$500).

Regiões de Compras

South Beach, sobretudo na região da Lincoln Road e na Collins Avenue, entre as 5th e 8th Streets, concentra as lojas de departamento e também as mais sofisticadas. Coral Gables é ideal para quem procura artigos para o lar mais refinados ou móveis caros assinados por designers. O Design District se define como “uma milha quadrada de puro estilo” e reúne diversos showrooms de móveis, artigos para decoração e iluminação e acessórios para janelas e paredes. Perto dali fica o animado Upper East Side, que oferece uma recente leva de belas lojas de roupas e de artigos domésticos. Ao sul, na região de Downtown, as vitrines exibem aparelhos eletrônicos, bagagens e bijuterias, mas convém perguntar por que custam tão pouco. Quem quer sair da cidade para gastar deve se dirigir aos acessíveis Aventura Mall e Dadeland Mall, mecas do consumo. Com todas as lojas de rede imagináveis, nesses compra-se com segurança e sem surpresas.

Quem gosta de pechincha vai aos dois mega-outlets, o Dolphin Mall, em Sweetwater, e o Sawgrass Mills, em Broward County. Os dois reúnem mais pontas de estoque do que uma pessoa sã consegue visitar num dia. Já o Bal Harbour Shops e o Village of Merrick Park, em Coral Gables, atendem a uma clientela mais abonada. O encanto de encher as sacolas em Miami é encontrar renomadas grifes européias – inclusive de alguns criadores que jamais colocariam seus artigos num shopping center.


Cenas de um Shopping Center

Quando o assunto é compras na Flórida, bater perna de uma loja para outra, ou passear em shopping centers, é coisa de amador. Visitantes em busca de pechinchas se equipam com sapatos confortáveis e encaram o desafio dos mega-shoppings de desconto. Chamados de outlet malls, trata-se de imensos oásis com produtos a preços reduzidos, que também têm praças de alimentação e opções de lazer.

No sul da Flórida, há dois grandes exemplos desta modalidade. Um deles, o Sawgrass Mills, é considerado uma das principais atrações turísticas do Estado. Este gigante do consumo fica em Broward, condado ao norte de Miami-Dade. Não é muito fácil chegar e quem não tem carro muitas vezes decide alugar – o que pode valer a pena, pois o gasto com gasolina, tempo e pequenas despesas em geral são compensados pela “economia” nas compras. Em meio a mais de 400 lojas na imensa construção projetada pela pós-modernista Arquitectonica, estão nomes como Barneys, Calvin Klein, Levi’s, Neiman Marcus, Off Saks Fifth Avenue e Tommy Hilfiger.

Como prova de que a popularidade dos outlets já atingiu novos patamares, foi inaugurado em março de 2006 um sofisticado conjunto de lojas, o Colonnade Outlets, no Sawgrass. Aqui, alguns dos nomes presentes são Burberry, Valentino, Escada e Ferragamo, entre outros. Não falta diversão: além de 23 salas de cinema, há vários locais para comer, inclusive um restaurante comadado pelo chef-celebridade Wolfgang Puck.

Também bastante peculiar (e nas proximidades do aeroporto de Miami) é o Dolphin Mall. Inaugurado em março de 2001, o shopping não contava com lojas famosas como o Sawgrass e desapontou muita gente. Nos últimos anos, porém, conquistou público ao acomodar mais atrações, como BCBG, Brooks Brothers, Burlington Coat Factory, Off Saks Fifth Avenue e Ralph Lauren, além da loja de artigos domésticos Mikasa. O Dolphin também oferece 19 salas de cinema, vários restaurantes e uma pista de boliche.

Dolphin Mall
11401 NW 12th Street, NW 114th Avenue, Sweetwater (305 365 7446/
www.shopdolphin mall.com).Ônibus 11, 71.Aberto 2ª a sáb. 10h/21h30; dom. 11h/19h30.

Sawgrass Mills
12801 W Sunrise Boulevard, Broward County (954 846 2300/
www.sawgrassmills.com). Vans a partir dos hotéis de Miami Beach Aberto 2ª a 6ª 10h/21h30; sáb. 9h30/22h; dom. 11h/20h.


Grifes no Saguão

Ficaram no passado os dias em que as lojas dos hotéis de Miami só vendiam bronzeadores: hoje os saguões abrigam algumas das lojas mais refinadas da cidade. No entanto, você não precisa se hospedar para dar uma olhada nas ofertas e (quem sabe) comprar alguma coisa, pois esses estabelecimentos apreciam o movimento dos curiosos (apenas lembre-se de ir a pé, pois estacionar o carro pode custar cerca de US$20). A seguir, a lista dos tesouros.

Comece pelo badalado Shore Club (1901 Collins Avenue), reduto de ricos e famosos, e irá encontrar modelos das marcas Theory, Miu Miu, Diane von Furstenberg, Missoni, Jimmy Choo e Marc Jacobs .

Na Signature Shop, instalada no Ritz- Carlton de Key Biscayne (455 Grand Bay Drive), é grande a oferta de calçados, óculos de sol e casacos. A mesma loja no Ritz de South Beach tem de bolsas Luella Bartley a lindas jóias artesanais, além de roupas de banho para curtir a praia.

A butique do Setai (2001 Collins Avenue) pode ser minúscula, mas vale a pena conhecê-la para apreciar artigos e obras de arte orientais exclusivos, como echarpes de seda feitas à mão, sarongues e jóias. Provavelmente você não poderá comprar nada, mas isso é outra história.

Finalmente, visite a loja de presentes do Hotel (801 Collins Avenue) e se encante com as seletas criações de gênios do estilo, como robes em tie-dye, travesseiros de cetim e louças.


Para poucos

Comprar em Miami tem lá seus segredos. Há coisas que só existem na Internet. A Poshvintage.com (www.poshvintage.com) é uma criação da nova-iorquina Patti Stoecker. Quando se mudou para Miami Beach, ela percebeu que faltava vigor no mundo das compras em comparação a sua cidade natal. Depois de anos no mundo da moda, Stoecker decidiu partilhar seus achados com quem tivesse interesse – e dinheiro, claro. Alguns dos tesouros: uma peça exclusiva de Thea Porter, casacos de Bill Blass ou disputadas camisetas com motivos de rock‘n’ roll. A elite de Miami compra na Posh, e você (se puder bancar a conta) pode fazer o mesmo.


Pontas de estoque

Marshalls

16800 Collins Avenue, 170th Street, North Miami Beach (305 944 0223). Ônibus K, S. Aberto 2ª a sáb. 9h30/21h30; dom. 11h/18h. Cc AmEx, MC, V.
A Marshalls é a ponta de estoque mais conhecida de Miami. Aqui se encontra ampla variedade de roupas de marca para homens, mulheres e crianças, além de presentes e artigos domésticos, com descontos entre 20% e 60% em relação ao preço das lojas. Outros endereços: em vários locais da cidade.

Target

8350 S Dixie Highway (US 1), SW 83rd Street,South Miami (305 668 0262/www.target.com). Metrorail Dadeland North. Aberto 2ª a sáb. 8h/22h; dom. 8h/21h. Cc AmEx, MC, V.
Loja de descontos mais apreciada do país, a Target tem uma linha própria de artigos para a casa e de presentes assinada pelo badalado arquiteto Michael Graves, peças e roupas de Cynthia Rowley, Todd Oldham e Isaac Mizrahi, além de preços convidativos nas sessões de cosmética, lazer, eletrônicos e brinquedos. Outros endereços: 21265 Biscayne Boulevard, Aventura (305 933 4616); 14075 Biscayne Boulevard, North Miami Beach (305 944 5341); 15005 SW 88th Street, Kendall (305 386 1244).

Escrito por Time Out Viagem editors
Compartilhe

Comentários dos leitores

blog comments powered by Disqus

Outras notícias recomendadas

Atrações do Pantanal

Cinque Terre

Butão